Orações subordinadas adjetivas relativas

orações subordinadas adjetivas relativas

Quais são as orações subordinadas adjetivas?

As orações subordinadas adjetivas podem ser explicativas ou restritivas. Separadas por vírgulas, as orações subordinadas explicativas, como o próprio nome já indica, explicam melhor ou esclarecem o termo ao qual se referem. O exame final, que estava muito difícil, deixou todos apreensivos. Oração Principal: O exame final deixou todos apreensivos.

Qual a diferença entre oração relativa e oração subordinada?

Nesta frase, a oração relativa é introduzida pelo advérbio relativo onde. Por outro lado, existem também orações subordinadas substantivas relativas sem antecedente, introduzidas pelos advérbios relativos onde e como: a) O João escreve os seus romances onde lhe apetece.

Qual a diferença entre orações explicativas e restritivas?

Ao contrário das orações explicativas, as orações restritivas restringem ou delimitam o significado de seu antecedente, e não são separadas por vírgulas. As pessoas que são racistas merecem ser punidas. Oração Principal: As pessoas merecem ser punidas.

Quais são as orações equivalentes aos pronomes relativos?

Geralmente, são introduzidas por pronomes relativos (que, quem, qual, quanto, onde, cujo, etc.), os quais exercem a função de adjunto adnominal do termo antecedente. Observe as orações equivalentes abaixo: “Admiro alunos estudiosos ” (adjetivo) “Admiro alunos que estudam ” (oração subordinada adjetiva.

Como são classificadas as orações subordinadas adjetivas?

Nesse exemplo, temos uma oração principal “Os filmes foram indicados ao Oscar.” e uma oração subordinada a ela, ou seja, que depende da oração principal para fazer sentido (“que fizeram sucesso”). Perceba que a oração subordinada, se aparecesse sozinha, não faria sentido. Essa oração subordinada tem valor de adjetivo. Veja:

Quais são os tipos de oração subordinada?

As Orações Subordinadas são aquelas que exercem função sintática sobre outras, ou seja, a oração que subordina ou depende da outra. Dependendo da função que desempenham, os tipos de oração subordinada são substantivas, adjetivas ou adverbiais. Orações Subordinadas...

Quais são as orações subordinadas adverbiais?

Orações Subordinadas Adverbiais As orações subordinadas adverbiais são aquelas que exercem função de advérbio. São classificadas em Causais, Comparativas, Concessivas, Condicionais, Conformativas, Consecutivas, Finais, Temporais, Proporcionais. Oração Subordinada Adverbial Causal - Exprime a causa.

Quais são os tipos de oração?

São classificadas em Causais, Comparativas, Concessivas, Condicionais, Conformativas, Consecutivas, Finais, Temporais, Proporcionais. Oração Subordinada Adverbial Causal - Exprime a causa. Exemplo: Já que está nevando ficaremos em casa.

Qual a diferença entre oração adjetiva e oração restritiva?

Ex: Meu aluno, que mora no interior, estuda on-line. Observe que, por ser uma informação acessória, uma explicação, uma ampliação de sentido. Meu aluno estuda on-line (e ele mora no interior). Temos, então, uma oração adjetiva explicativa. Se retirarmos a vírgula, teremos uma oração restritiva e o sentido vai mudar:

Qual a importância da oração adjetiva explicativa?

De acordo com Cunha e Cintra, a oração adjetiva explicativa acrescenta uma informação acessória, que esclarece melhor a significação do termo antecedente, à semelhança de um aposto . Assim, a retirada dessa oração não altera o sentido geral do período.

Qual a diferença entre oração subordinada e oração restritiva?

Oração Subordinada Adjetiva Explicativa: que é o mais calmo da turma. Ao contrário das orações explicativas, as orações restritivas restringem ou delimitam o significado de seu antecedente, e não são separadas por vírgulas. As pessoas que são racistas merecem ser punidas. Oração Principal: As pessoas merecem ser punidas.

Qual a importância da supressão de uma oração?

Segundo os gramáticos Celso Cunha e Lindley Cintra, esse tipo de oração busca limitar ou tomar mais precisa a significação do substantivo (ou do termo substantivado) que antecede o pronome. Ela acrescenta uma característica específica ao termo. Por isso, sua supressão acarreta perda de uma informação-chave e altera o significado da frase.

Postagens relacionadas: