Demência vascular

demência vascular

Como diferenciar a demência vascular de outras demências?

A demência vascular pode ocorrer como uma série de episódios discretos (que podem parecer um declínio gradual) ou em um único episódio. Os sinais neurológicos focais podem ajudar a diferenciar a demência vascular de outras demências.

Como é feito o diagnóstico da demência vascular?

O diagnóstico da demência vascular é feito por meio de exames neurológicos e de imagem, como ressonância magnética e tomografia computadorizada, além do médico avaliar os sintomas apresentados pelo paciente e os hábitos de vida.

Qual é o risco de desenvolver demência de origem vascular?

Em países desenvolvidos com alta expectativa de vida, o risco de desenvolver demência de origem vascular (DVa) é de 29,8% em homens e 25,1% em mulheres. Como é provável que em 2025, o Brasil se torne o 6o país com mais idosos no mundo é importante começar o trabalho preventivo o mais cedo possível.

Quando ocorre a demência?

Demência de multi-infarto: a demência é causada por vários acidentes vasculares cerebrais, geralmente envolvendo vasos sanguíneos de médio porte. Demência de Binswanger: há bloqueios disseminados dos pequenos vasos sanguíneos na substância branca, localizada nos tecidos mais profundos do cérebro.

Quais são as consequências da demência vascular?

A demência vascular é caracterizada por pequenas interrupções do fluxo sanguíneo, chamado de infarto, que ocorrem no cérebro ao longo da vida e que podem resultar na demência. A falta de sangue no cérebro leva a consequência neurológicas e que podem resultar em dependência, como por exemplo:

Quais são os sintomas da demência?

Por esse motivo, este tipo de demência é mais frequente em pessoas que tiveram um Acidente Vascular Cerebral (AVC), dando origem a sintomas como dificuldade para realizar atividades do dia-a-dia, perda de memória e dificuldade para falar.

Quais são as diferenças entre demência e delirium?

Demência afeta principalmente a memória, costuma ser causada por alterações anatômicas no encéfalo, tem início mais lento e, em geral, é irreversível. O delirium afeta principalmente a atenção, costuma ser causado por enfermidade aguda ou toxicidade por fármacos (às vezes com risco de morte) e, em geral, é reversível.

O que é a doença de Alzheimer?

É um distúrbio neurodegenerativo progressivo em que há acúmulo de proteínas mal enoveladas (beta-amilóides), gerando o desenvolvimento de placas de degeneração no tecido nervoso, chamadas de placas senis. Uma das proteínas identificadas é a proteína TAU. O Alzheimer é associado aos neurônios que usam como neurotransmissor a acetilcolina.

Qual é a origem vascular da demência?

Entretanto, em estudos epidemiológicos provenientes de diversos centros, um percentual muito variado de casos de demência é classificado como tendo origem vascular 17,34,40. As explicações para esta discrepância é provavelmente múltipla. Assim, há fatores geográficos e étnicos que fazem variar grandemente a prevalência de diversos fatores de risco.

Quais são os fatores de risco da demência vascular?

QUAIS OS FATORES DE RISCO DA DEMÊNCIA VASCULAR? Uma série de acidentes vasculares cerebrais podem resultar na demência vascular. Esses acidentes vasculares cerebrais são mais comuns entre os homens e geralmente começam depois dos 70 anos.

Quanto tempo dura a demência vascular?

Tal como outros tipos de demência, a demência vascular encurta o tempo de vida. Alguns dados sugerem que aqueles que desenvolvem demência após um acidente vascular cerebral sobrevivem em média três anos.

Quando ocorre a demência?

Demência de multi-infarto: a demência é causada por vários acidentes vasculares cerebrais, geralmente envolvendo vasos sanguíneos de médio porte. Demência de Binswanger: há bloqueios disseminados dos pequenos vasos sanguíneos na substância branca, localizada nos tecidos mais profundos do cérebro.

Postagens relacionadas: