Bolsonaro onu

bolsonaro onu

Quando vai ser o terceiro discurso de Bolsonaro na ONU?

O terceiro discurso de Bolsonaro na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), na próxima terça, 21/09, deve funcionar como um ensaio do que ele pretende mostrar ao completar os 1.000 dias de governo, marca que alcançará no fim de setembro e que tem mobilizado alta expectativa na gestão.

Qual foi o discurso de Bolsonaro na Assembleia-Geral da ONU?

BRASÍLIA E SÃO PAULO – O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) abriu a Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) nesta terça-feira, 22. Seu discurso foi pautado pela postura defensiva em questões como a preservação do meio ambiente e o combate à pandemia de covid-19.

Qual o discurso de Bolsonaro?

(Apesar de não fazer parte da íntegra do Planalto, Bolsonaro começou o discurso agradecendo a Deus pela vida.) Apresento aos senhores um novo Brasil, que ressurge depois de estar à beira do socialismo. Um Brasil que está sendo reconstruído a partir dos anseios e dos ideais de seu povo.

Qual a diferença entre o governo e a ação do governo Bolsonaro?

A grande diferença é que a ação do governo Bolsonaro nessas duas áreas é um retumbante fracasso.

Qual o discurso de Bolsonaro sobre a corrupção no Brasil?

No discurso, Bolsonaro afirmou que não há corrupção no Brasil desde que ele assumiu o governo. O Brasil mudou, e muito, depois que assumimos o governo em janeiro de 2019.

Quando vai ser o terceiro discurso de Bolsonaro na ONU?

O terceiro discurso de Bolsonaro na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), na próxima terça, 21/09, deve funcionar como um ensaio do que ele pretende mostrar ao completar os 1.000 dias de governo, marca que alcançará no fim de setembro e que tem mobilizado alta expectativa na gestão.

Por que o presidente Jair Bolsonaro abre a Assembleia-Geral da ONU?

O presidente Jair Bolsonarousou a abertura da Assembleia-Geral da ONUpara se gabar de vitórias dos governos passados, transformar erros da sua gestão em méritos e confrontar todo o mundo civilizado, ao discursar sem tomar vacina, fazer apologia do “tratamento precoce” contra a covid-19 e condenar o isolamento social.

Postagens relacionadas: