Crimes submersos

crimes submersos

Quem são os atores de crimes submersos?

Além de Miguel Ángel Muñoz e Juan Gea, do elenco fazem também parte os atores portugueses Soraia Chaves, Margarida Marinho, Marco D’Almeida e Guilherme Filipe. A trama foca-se num período em que a seca extrema que atingiu o sul da Península Ibérica faz os níveis das águas das albufeiras baixar para níveis históricos.

Quais são as espécies de crimes?

Divide ainda este tipo de crime em duas espécies: próprio, que constitui delito, e impróprio, que diz respeito à infração político-administrativa.

Quais são os crimes de atividade?

Os crimes de atividade são aqueles que não exigem o resultado naturalístico para sua consumação e contentam-se com a ação humana, que é suficiente para esgotar o tipo penal. São também chamados de crimes formais ou de mera conduta.

Quais são os diferentes tipos de crimes?

Tais crimes são conhecidos como crimes convergentes, delitos de encontro, crimes de concurso necessário, delitos coletivos, crimes multitudinários e crimes de autoria múltipla. Tanto os crimes progressivos quanto os crimes complexos derivam da continência, que ocorre quando um tipo penal engloba outro.

Quais são os crimes de atividade e de resultado?

Crimes de atividade e de resultado Os crimes de atividade são aqueles que não exigem o resultado naturalístico para sua consumação e contentam-se com a ação humana, que é suficiente para esgotar o tipo penal. São também chamados de crimes formais ou de mera conduta.

Quais são os crimes principais?

Damásio de Jesus define crimes principais aqueles que “existem independentemente dos outros”. Crimes acessórios são aqueles que “pressupõe outros”. Como exemplo, o mesmo autor cita o furto (principal) e receptação (acessório). “Os crimes principais independem da prática de delito anterior.

Quais são os crimes materiais?

Grande parte das infrações penais se encaixa no grupo dos crimes materiais, como, por exemplo, o aborto (artigos 124 a 126 do CP), a lesão corporal (artigo 129 do CP), o furto (artigo 155 do CP), o roubo (artigo 157 do CP), a apropriação indébita (artigo 168 do CP), o estelionato (artigo 171 do CP), entre outros.

Quais são os crimes próprios?

Em contrapartida, crimes próprios são aqueles que exigem sujeito ativo especial, ou seja, podem ser praticados somente por certas pessoas, com determinadas qualidades. Tais qualidades ora referem-se à natureza humana, ora à inserção social da pessoa (qualidade de fato).

Postagens relacionadas: