Candidiase feminina

candidiase feminina

Quais são as causas da candidíase?

Cerca de 90% dos casos de candidíase são causados pelo fungo da espécie Candida albicans. No entanto, a doença pode ocorrer devido a outras espécies, como a glabrata, tropicalis, krusei, parapsilosis e saccharomyces cerevisae, mesmo que mais incomuns.

O que é a candidíase genital?

Este tipo de infecção é mais frequente em mulheres, mas também pode surgir em homens, sendo seu tratamento feito com pomadas ou remédios que eliminam os fungos que estão provocando a doença, ajudando no alívio dos sintomas. Quando se acha que se pode estar com candidíase genital é importante ficar atento a alguns sinais que incluem:

Quem diagnostica candidíase vaginal?

O médico especialista que pode confirmar o diagnóstico de candidíase vaginal e indicar o tratamento adequado é o ginecologista.

Como a candidíase vaginal pode afetar o nosso organismo?

Cerca de 40-45% das mulheres terão dois ou mais episódios desta infeção ao longo da sua vida. Note que ao longo deste artigo debruçamo-nos apenas sobre a candidíase vaginal, contudo, esta infeção fúngica (causada pelo fungo Candida sp), pode afetar qualquer órgão ou sistema do nosso organismo, dependendo da condição clínica de cada doente.

Por que a candidíase é uma doença oportunista?

Esse fungo existe naturalmente no organismo, mas em determinadas condições, como sistema imunológico enfraquecido e após o uso continuado de antibióticos, é comum a sua proliferação. Por isso, pode-se dizer que a candidíase é uma doença oportunista.

Qual o médico que cuida da candidíase?

Saiba mais: Agora faça o teste: você sabe mesmo se proteger da candidíase? Maira Marzinotto, médica gastroenterologista (CRM SP-124994) Angélica Pimenta, médica dermatologista (CRM-SP 120.847) Melissa Ganam Antoun Guedes, médica ginecologista (CRM-MG 40145)

Quais são as manifestações clínicas da candidíase?

A candidíase pode ter diversas manifestações clínicas. Confira as principais! É frequente nos recém-nascidos, conhecida popularmente como sapinho . Ao nascimento, a microbiota (microorganismos habitantes da pele e das mucosas em estado normal) é estabelecida a partir do canal do parto, objetos em berçários ou amamentação.

Quais são as causas da candidíase vaginal?

Entre as causas da candidíase vaginal incluem-se: prática de relações sexuais sem uso de preservativo, uso prologando do mesmo absorvente, uso frequente de antibióticos, diabetes, enfraquecimento do sistema imunológico e higiene íntima repetidas vezes durante o dia. Corrimento vaginal esbranquiçado, com aspecto de leite coalhado;

Quais são os sintomas da candidíase vaginal?

O corrimento da candidíase vaginal é habitualmente leitoso, ou tipo queijo cottage, e sem odor. Os sintomas da monilíase vaginal podem se agravar nos dias que antecedem a descida da menstruação. Nenhum dos sintomas descritos acima é exclusivo da vulvovaginite pela Candida.

Qual é o diagnóstico de candidíase vulvovaginal?

Podemos classificar a candidíase vaginal como complicada ou não complicada, e, como sintomática ou assintomática. Dessa maneira, definimos candidíase não complicada quando há menos 4 episódios no ano, com sintomas leves a moderados, provavelmente causada por C. albicans e em mulheres imunocompetentes.

Como é feito o diagnóstico da candidíase?

O diagnóstico da candidíase é feito através do exame clínico, avaliando os sintomas e através de exames laboratoriais que confirmam a presença do fungo na região, nas mulheres, esse exame é feito através do papanicolau.

Quanto tempo dura a leitura de candidíase vaginal?

Tempo estimado de leitura: 4 minutos. O que é candidíase vaginal? A candidíase vaginal, também chamada monilíase vaginal, é uma infecção ginecológica provocada pelo fungo Candida albicans. Essa micose é tão comum que 3 em cada 4 mulheres terão pelo menos um episódio de candidíase vaginal ao longo da vida.

Postagens relacionadas: