Alho da graciosa

alho da graciosa

Como é feito o alho da Graciosa?

- Valores elevados de Zinco (superior a 7 mg / Kg), Ferro (superior a 8mg / kg); Magnésio (superior a 170 mg / kg) e Alicina (superior a 3500 mg / kg). Método de produção: Para a produção do Alho da Graciosa são selecionados terrenos com boa exposição solar e abrigados de ventos fortes dominantes.

Qual a importância do alho da Graciosa para a saúde?

O alho da ilha Graciosa, nos Açores, é reconhecidamente diferente e único no cultivo nacional. Não só pelas características benéficas para a saúde, que fazem com que seja ao mesmo tempo alimento, condimento e remédio, mas sobretudo pelas suas diferenciadoras qualidades alimentares.

Quais são as principais características do alho da Graciosa?

O alho da Graciosa é um alho grande, com cabeças de cerca 25 a 45 mm e a pesarem entre 25 a 40 gramas. Conta com 10 a 16 dentes, de cor vermelho arroxeado ou rosa avermelhado.

Por que a Graciosa é conhecida como a Terra do alho?

Desde o início do povoamento, o regime das chuvas e a fertilidade dos solos revelaram-se favoráveis ​​à cultura de produtos horto frutícolas, sendo o alho produzido pelos habitantes da ilha. A Graciosa sempre foi conhecida como a “Terra do Alho”, figurando este produto, em destaque, no brasão da freguesia de São Mateus.

Quais são os benefícios do alho da Graciosa?

Mais picante, saboroso, de paladar suave e prolongado, é muito apreciado pelos cozinheiros mas também difícil de encontrar fora da ilha. Às qualidades alimentares ímpares, o alho da Graciosa junta também características benéficas para a saúde e, por isso, os Açores têm em curso o processo de certificação como produto IGP. É provar e comprovar.

Qual é a área de produção do alho da Graciosa?

Área de produção: A área geográfica de produção do Alho da Graciosa, é a ilha Graciosa, no arquipélago dos Açores. História: O alho implementou-se com sucesso na ilha Graciosa, desde a chegada dos primeiros povoadores no início do século XV, devido às condições edafoclimáticas propícias ao seu cultivo.

Como é a produção de alho na ilha Graciosa?

A produção de alho na ilha Graciosa é secular e reconhecida pela sua altíssima qualidade mas tarda em sair do território insular. Uma área muito pequena e pulverizada e a ausência de organização por parte dos produtores são os fatores críticos para o desenvolvimento e promoção de um produto com um inquestionável potencial.

Por que a Graciosa é conhecida como a Terra do alho?

Desde o início do povoamento, o regime das chuvas e a fertilidade dos solos revelaram-se favoráveis ​​à cultura de produtos horto frutícolas, sendo o alho produzido pelos habitantes da ilha. A Graciosa sempre foi conhecida como a “Terra do Alho”, figurando este produto, em destaque, no brasão da freguesia de São Mateus.

Quais são os benefícios do alho da Graciosa?

Mais picante, saboroso, de paladar suave e prolongado, é muito apreciado pelos cozinheiros mas também difícil de encontrar fora da ilha. Às qualidades alimentares ímpares, o alho da Graciosa junta também características benéficas para a saúde e, por isso, os Açores têm em curso o processo de certificação como produto IGP. É provar e comprovar.

Qual a importância do alho para a ilha de Graciosa?

O alho teve uma importância relativamente grande, quando várias famílias se dedicavam à sua produção e comercialização, em grande parte para as outras ilhas já que a Graciosa representa um mercado pequeno.A influência do alho pode ver-se na gastronomia típica e popular da ilha e na região Açores.

Quais são os benefícios do alho para a saúde?

Nutritivo e com propriedades antioxidantes, o alho é reconhecido como um produto saudável e com efeitos quase medicinais. A ciência parece concordar. Graça Silveira, professora na Universidade dos Açores, não tem dúvidas da capacidade do alho para curar algumas doenças.

Postagens relacionadas: