Clube do fado

clube do fado

Qual é o futuro do clube de fado?

O futuro chega na voz dos mais jovens, que projetam pela sala as esperanças da nova geração. Tudo no mesmo espaço que não poderia ter outro nome que não fosse o Clube de Fado. Mais do que um restaurante, o Clube de Fado no coração de Lisboa é um baluarte daquilo que é ser português.

Qual é a origem do Fado?

É muito comum no fado temas como perda, ausência, resignação… É por isso que, no passado, o fado era visto como a música dos marinheiros e do proletariado de maneira geral. A palavra fado significa destino, o que endossa ainda mais as características do gênero que tem uma origem incerta.

Quais são as famílias de fado?

Há duas grandes famílias de Fado: Fado Tradicional e Fado Canção (ou Fado musicado). Mas, na maior parte dos concertos, os fadistas, tal como a Amália Rodrigues, também fazem um “programa misturado” e cantam mais dois estilos de música portuguesa, mas que não são Fado: Marchas e Folclore.

Quais são os fados que vale a pena conhecer?

Outro fado que vale a pena conhecer é Cabelo Branco É Saudade, interpretado por Alfredo Marceneiro. A canção apresenta lindos versos e ficou conhecida também como Mais Uma Noite de Fado. A fadista Ana Moura renovou o clássico Cansaço, de Amália Rodrigues, presente em suas gravações de 1965 e 1968.

Qual é o melhor clube de Fado do Porto?

O Ideal Clube de Fado todos os dias promove para que assim o seja, trazendo o Fado verdadeiro mais próximo dos portuenses. Fomos conhecer um pouco mais do Ideal Clube de Fado. Aqui podes, a qualquer dia da semana, numa casa vintage do Porto, ouvir o verdadeiro Fado ao final da tarde, pelas 18h.

Quais são as famílias de fado?

Há duas grandes famílias de Fado: Fado Tradicional e Fado Canção (ou Fado musicado). Mas, na maior parte dos concertos, os fadistas, tal como a Amália Rodrigues, também fazem um “programa misturado” e cantam mais dois estilos de música portuguesa, mas que não são Fado: Marchas e Folclore.

Quais são os diferentes tipos de estilos de fado?

Existe um estilo de Fado que se chama Fado Canção. E os títulos das músicas também podem começar por “Fado”… etc… E também há o Fado Vadio, que é uma forma de espetáculo e partilha de Fado, não um estilo de Fado.

Por que os portugueses sentem o fado?

Todos os portugueses sentem o Fado. É tipicamente português. Talvez nem sempre consigamos explicá-lo, porque é algo inato. Mas sabemos sempre quando o sentimos. Tal como a saudade, o Fado é algo só nosso e que andam lado a lado. Sentimos na pele cada palavra, cada nota da guitarra, cada som.

Quais eram as principais características do Fado?

Evocando temas de emergência urbana, cantando a narrativa do quotidiano, o fado encontra-se, numa primeira fase, vincadamente associado a contextos sociais pautados pela marginalidade e transgressão, em ambientes frequentados por prostitutas, faias, marujos, boleeiros e marialvas.

Por que o fado é considerado um referencial da cultura portuguesa?

Atualmente, o fado é respeitado e valorizado por muitos, quase de forma unânime considerado como um referencial da cultura portuguesa. Tanto portugueses como forasteiros assinalam o fado como uma preciosidade e como um atrativo que distingue Portugal de tantos outros países, na sua dimensão artística.

Qual a importância do Fado para a cultura portuguesa?

A 27 de novembro de 2011, a inclusão do fado como Património Cultural Imaterial da Humanidade, reconhecido pela UNESCO, algo que o eternizou e que o faz vingar, ainda hoje, como um marco cultural de Lisboa e, por entre outras variações regionais, de Portugal.

Quais são os diferentes tipos de estilos de fado?

Existe um estilo de Fado que se chama Fado Canção. E os títulos das músicas também podem começar por “Fado”… etc… E também há o Fado Vadio, que é uma forma de espetáculo e partilha de Fado, não um estilo de Fado.

Postagens relacionadas: